quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Cidade do Panamá

Conhecemos o Panamá, país de trânsito caótico, propagandas na cidade inteira. Aqui é permitido até propaganda de advogado, pode? Andamos de táxi, todo o tempo, é meio assustador andar de ônibus por aqui. Inclusive um taxista, que nos trouxe ao hotel, ficou muito feliz com a presença de brasileiros e até ligou para rádio local, onde nós falamos ao vivo com o locutor. Falamos coisas do tipo que os gringos sempre nos falam quando nos vêem: futebol. Foi muito bacana, falamos ao vivo para toda cidade do Panamá, muito bacana mesmo.

Este país também é bastante quente, mas graças a Deus, ar condicionado é obrigatório.

A comida é bem diferente do Brasil. Aqui eles não conhecem o nosso bom arroz e feijão. Não é ruim não, mas é bem estranha e diferente.

Aqui nem moeda própria eles tem. Usam o dólar americano para tudo. E os centavos são ou moedinhas americanas ou umas moedinhas daqui mesmo, que não tem identificação nenhuma, é até difícil “cambiar” com elas.

Almoçamos fora do hotel, comemos um bom Mc Donalds, que por sinal, é bem mais barato que no Brasil. Comer aqui é realmente muito barato. Uma promoção do Big Mac, custa menos de 4 dólares.

Fomos ao Shopping Albrook Mall e compramos algumas coisinhas para nós. Pena estarmos com pouco dinheiro e pouco tempo, assim não deu para levar quase nada. Apesar dos preços serem bem atraentes.

Não conhecemos tudo, mas deu para sentir a receptividade dos panamenhos.

Postado por Lívia Alves Pereira Chagas






Um comentário: